A emoção do destino
Voltar à lista de destinos

Covilhã em Família

Entre no nosso mundo
Covilhã em Família
Covilhã em Família

Em pleno centro histórico da cidade-fábrica da Covilhã, este roteiro tem como principal incidência a família, permitindo que pequenos e graúdos conheçam a Covilhã de uma forma diferente, divertida e animada. Com início e fim no Jardim Municipal da cidade, este é o local de eleição onde podemos desfrutar de um espaço verde em perfeita reunião com a história, cultura e paisagem. À “sombra” da Serra da Estrela, esta será a nossa companhia e parte integrante da estória que está prestes a começar… 3, 2, 1.

Era uma vez uma família que quis conhecer a Covilhã, uma cidade cuja ligação às fábricas é inseparável. Famílias inteiras trabalhavam arduamente nestas fábricas, onde o som dos teares e o reboliço das gentes eram constantes. Eram tempos muito difíceis, completamente diferentes de agora onde se trabalhava sol a sol por uns meros tostões. (Vista sobre as fábricas do vale da Carpinteira)

O Jardim Municipal e a antiga Biblioteca Municipal, onde começamos esta aventura, eram o local de reunião de Domingo, onde as famílias de operários e burgueses se juntavam para conviver e gozar de um escasso tempo livre. Brincar e viver em família eram o melhor remédio… Que tal brincar um pouco? (ex. Jardim Municipal, Biblioteca Municipal, Elevador do Jardim, entre outros pontos de interesse).

Já no centro da cidade, era neste espaço que o mercado semanal existia. Aqui, juntavam-se comerciantes de todo o concelho que aqui rumavam para vender os produtos da terra, produtos animais e seus derivados (como o leite e famoso queijo da Serra da Estrela). A religião tinha uma forte tradição e a presença da Igreja da Misericórdia é a prova disso mesmo. (ex. Praça do Município, Igreja da Misericórdia, entre outros pontos de interesse).

Mas a melhor parte está a chegar: de repente, alguém se lembrou de que a imaginação podia ser útil para enfeitar a nossa cidade. E assim surgiram pinturas e outras intervenções em algumas paredes e muros do centro histórico, dando um colorido especial à cidade. É entrar num mundo fantástico, cheio de cor semelhando-se aos episódios de “Alice no país das Maravilhas”. Ao virar de cada esquina, em cada largo, podemos ser surpreendidos por autênticas obras de arte que representam alguns episódios, tradições ou lendas da cidade. Toca a descobrir, pois as surpresas estão à vossa espera (ex. Owl EyePortugal pelas CosturasWild Orphan são algumas das obras que podemos encontrar e fotografar).

E por fim a fome aperta. Isto de andar no sobe e desce pelas ruelas da cidade encantada da Covilhã dá uma forte “larica”. Do mais tradicional ao conventual, está na altura de repor energias e experimentarem as sandes de presunto com queijo da serra. As Cavacas, os Bolos de Azeite ou a típica Garganta de Freira são óptimos exemplos da rica doçaria da cidade fábrica e a melhor forma para terminar esta viagem encantada pela cidade do “sobe e desce”… (ex. Padaria Nini, Pastelaria Centro Cívico, A Tentadora, entre outros espaços).

Antes de regressar ao hotel e para “moer” os doces e produtos tradicionais, convidamos a passearem pelo Jardim do Lago. Um espaço aprazível, refrescante, calmo e óptimo para preencher o resto do dia em família. E no Verão está equipado com uma piscina de ondas mega divertida. É muito tentador para uns mergulhos não é?

MAPA

Partilhar 

Outros destinos

Caminhos Pedestres

Caminhos Pedestres

Roteiro Automóvel

Roteiro Automóvel

a arte saiu à rua

A arte saiu à rua

Covilhã a Solo

Covilhã a Solo

Covilhã Selfie

Covilhã Selfie

Covilhã a Dois

Covilhã a Dois